Entrar

Alberto João Jardim deixa política para ser actor

Saída de Jardim do primeiro dia de filmagens Ordem TOC (CC BY-ND 2.0) Saída de Jardim do primeiro dia de filmagens

Papel de Alfred Hitchcock em filme internacional já começou a ser rodado.

Alberto João Jardim, o mais longevo governante português desde 1974, abandonará a política para se dedicar em exclusivo ao cinema.

Protagonista de inúmeras cenas memoráveis na arena política e social das últimas décadas, Jardim é um actor de tal maneira nato que foi fácil arranjar um papel à sua medida.

Na verdade, sabe o Esbulhador que tendo sido contactado por inúmeros realizadores nacionais, de João Botelho a Manoel de Oliveira, o ainda líder madeirense só teria aceitado trabalhar com António Lopes Ribeiro, por ser mais ao seu estilo, mas o realizador d'O Pai Tirano encontra-se neste momento indisponível, em virtude de ter falecido em 1995.

Todavia, a novidade que Jardim pretendia ingressar no cinema colocou em polvorosa o mundo cinematográfico internacional.

Uma coligação de cineastas liderados por Martin Scorsese e que conta com nomes conhecidos como Michael Haneke, Jean-Luc Godard e Manoel de Oliveira, convidou o até há pouco tempo dirigente social-democrata para interpretar o papel de Alfred Hitchcock num filme biográfico sobre o realizador britânico.

O Esbulhador tem imagens exclusivas de Alberto João Jardim no primeiro dia de filmagens da película que estreará no princípio do próximo ano.

  3603357755_494d8474ba_o.jpg

Comentários via Facebook

Deixe um comentário

Formulário de comentários para utilizadores registados e não registados. Campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios. O email fornecido não será publicado. A submissão de comentários implica a aceitação dos termos e condições do site. Os comentários publicados vinculam apenas a pessoa que os emitiu.

Céu limpo

16°C

Lisboa

Céu limpo

Humidade: 50%

Vento: 11.27 km/h

  • Dia soalheiro
    18 Nov 2017 20°C 6°C
  • Dia soalheiro
    19 Nov 2017 20°C 10°C