Entrar

Negligência de Pistorius explicada pela sogra

Negligência de Pistorius explicada pela sogra Chris Geatch (CC BY-NC 2.0)

Foi homicídio negligente e não intencional que levou Oscar Pistorius a matar a namorada.

A vice-presidente do tribunal que considerou o atleta culpado, Seomara Tbako, que leu o acórdão, entende que Pistorius não actuou com a intenção de matar a namorada, mas sim outra pessoa, que se havia introduzido na casa da família.

«O Acusado actuou com clara intenção de matar, mas essa intenção não estava direccionada para a namorada.» declarou Tbako na leitura do acórdão, justificando a atitude do atleta com a intenção de defender a união famíliar.

«Claramente o Acusado não previu que iria matar a falecida, pois julgava que ela estaria no quarto. Pelo contrário, o Acusado apenas sabia estar uma pessoa atrás da porta», disse ainda a juiz, que esclareceu que essa pessoa seria a mãe da namorada.

«O facto da sua sogra estar sempre a meter o bedelho no relacionamento cumulou no justificavel desejo de a matar.» esclareceu Masipa, que acrescentou ainda que a semelhança dos gritos da mãe e da filha levaram Pistorius a pensar que se tratava da primeira em vez desta última.

Comentários via Facebook

Deixe um comentário

Formulário de comentários para utilizadores registados e não registados. Campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios. O email fornecido não será publicado. A submissão de comentários implica a aceitação dos termos e condições do site. Os comentários publicados vinculam apenas a pessoa que os emitiu.

Parcialmente nublado

10°C

Lisboa

Parcialmente nublado

Humidade: 88%

Vento: 22.53 km/h

  • Aguaceiros
    13 Dez 2018 15°C 10°C
  • Céu praticamente limpo
    14 Dez 2018 15°C 9°C